Vanderlei Carvalho

"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós." (S.Exupéry)

A Vanderlei Carvalho, jornalista, cantor, blogueiro e amigo ducaralho, que dia 02.10 partiu eternamente, sem tempo para se despedir.

8 comentários:

Marcelo Mendonça disse...

Dia de finados. A febre, mais que viva, me prostrou na cama. Ali, pensava a vida e seus valores, nas causas que me movem, nos heróis que me inspiram... por que dia de finados?... Alfredo me dá a notícia da morte de Vanderlei Carvalho.

39 graus mais uma dose de lembranças ajudam a rever o filme do meu amigo...

Conheci Vanderlei há 1 ano nos preparativos do show solidariedAIDS. Antes conhecia sua fama, seu heroísmo, talento de jornalista, artista, gay e soropositivo assumido. Um ídolo!

No camarim, (eu cantava então na banda Aeroporto 2 de julho), ouvi de Vanderlei:
“A música sempre foi um sonho pra mim e agora parece um delírio, cantar por uma causa que sempre lutei” e entrou no palco da Concha Acústica, rasgando a voz e meu peito, com a música “Eu vou cuidar do meu jardim”... título do seu CD.

Na última vez que nos vimos, no Espaço Cultural Casa da Mãe, ele cobrou-me com a energia alegre de sempre: “Você que faz o Caralhaquatro, vai fazer também a capa do meu próximo CD viu?”. Blogueiros, intensificamos os contatos, ora ele me dando bronca, porque deixei minha banda acabar, ora me falando sobre o novo CD, que seria uma obra da sua militância. Queria escrever para o caralhaquatro, mas lhe faltava tempo.


A febre passou, o dia de finados passou, mas Vanderlei Carvalho ficou como uma música delirante, dando sentido a esta data e como um herói inspirador na minha vida.

Leo disse...

Realmente, Vander era um cara do bem total. Um ser humano ducaralho!

Martha disse...

Pois é...
Tantos planos...
Não só o próximo cd, o próximo show (q eu havia prometido assistir), mas tb um livro.
Um livro com as crônicas q ele muito bem escrevia.
Vazio total.
Saudades pra sempre.

_ _ _ _ t _ _ disse...

Cara, adorei isso aqui! Olhei até não aguentar mais! Adorei mesmo.
E meus pêsames pelo amigo.Essa frase de Exupéry é tudo, as pessoas se fazem eternas em nós, pelo que foram enquanto estiveram conosco.
Beijos!


p.s.: add aos meus favoritos XD

Erlon disse...

Tão perto e tão longe, Vanderley, grande figura. Saudades e belas lembranças de garra e fibra.

Anônimo disse...

Vanderlei fica na memória de quem pôde aprender com os gestos nobres e simples de um coração liberto de todo mal, de toda maldade!
Todos lamentamos! É certo.
É certo, também, que a sua presença maior de alegria a força é que prevalece para todos. Saudades e muita gratidão!

Cavaleiro da Weaver disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cavaleiro da Weaver disse...

como o Gref Graffin canta em “Sorrow”, do Bad Religion:
“Yeah, there will be Sorrow...”

para sempre nos corações de quem te curte, seja você quem for que se foi sem dizer “tchau!”!