Contos do Vigário

Por entre a máscara e o capuz, seus olhos arregalados eram assustadores. As mãos enormes me dominavam com violenta determinação. Apavorado e trêmulo eu gemia e chorava, com o corpo paralisado pela dor e o pânico.
Insensível ao meu desespero, penetrou minha cavidade com vigor cruel. Algo rígido e quente dilacerou-me com movimentos repetidos e frenéticos, enquanto me banhava, emitindo sons que igualmente me feriam.
Comecei a sangrar e ao misturar-se ao líquido que ele impiedoso jorrava sobre mim, meu sangue parecia-me cada vez mais abundante.
Sem controle sobre o corpo enrijecido e a densa saliva espumosa expelida pelos cantos da boca, percebi meu peito ofegante, encharcado e pegajoso.
A hora ali passada foi mais que uma eternidade. Ao seu comando levantei-me apressado, com o lado esquerdo do rosto privado de qualquer sensibilidade e indiferente às dores e seqüelas resultantes daquele embate.
Sem objetar, entreguei-lhe todo o dinheiro que tinha em meu poder naquele momento. Pagaria qualquer preço, para me livrar definitivamente daquele pesadelo.

Meu dentista é ducaralho, mas cada consulta é sempre este mesmo drama.

15 comentários:

Lia disse...

Me apresenta este dentista seu Vigário.

vinialves disse...

Eu não quero não... o meu me satisfaz! hahaha

Marcelo Mendonça disse...

o som da maquininha ja é suficente pra mim

Monica disse...

Que máximo! Agora na cadeira do dentista vou relaxar e gozar

SAMANTHA ABREU disse...

ahahahahaha
se fosse natural como as pessoas tentam nos convencer, aquele ser não precisaria usar máscara!
Tenho pavor.

adorei o texto!
beijos.

Skate com Média disse...

Por alguns instantes pensei estar lendo os contos eróticos do marques de Sade.

E o pivô ficou bom?

Faisca.

jorginho da hora disse...

Caracas! achei muito bom a forma como vc manteve o suspense, dando a impressão de tratar-se doutra coisa,mas no final,cham, cham ,cham, cham, era o bom e indispensável dentista. Ainda bem, já tava preocupado, bicho.
Olha, tem uma postágem nova em bostam city. Desta vez é um texto, pequeno e tão cretino quanto o autor. Dá uma olhada. BOSTAMCITY.BLOGSPOT.COM

enailuj disse...

hahahahaha
muito bom!

Margarete disse...

Adorei isso, esse texto ficou o máximo.... Ir ao dentista não é mole não...

Ane Brasil disse...

hehehehe! e eu pensando que vinha sacanagem da grossa!
Pô, pensando bem, dentista é uma puta sacanagem!
Sorte e saúde pra todos!

Pequenos Delitos disse...

Genial!

Esquadros disse...

Adoro, vc Padre eh do Caraleo...

Beijinhos

Ninguém Perguntou disse...

Sempre tive uma boa relação com o dentista, mas agora eu nunca mais vou conseguir dizer as palavras "relação" e "dentista" em uma mesma frase sem lembrar desse texto.
Genial!

william disse...

Um dentista do caralho deve ser horrivel mesmo. Deve ser uma nova especialidade. Onde encontrar dentes nesse tal de caralho... Mas, como ele foi feito para comer gente, dentre outras coisas mais banais, como fazer xixi e melar a cueca, talvez precise mesmo de um dentista, dependendo da pedreira que ingeriu.

william disse...

Um dentista do caralho deve ser horrivel mesmo. Deve ser uma nova especialidade. Onde encontrar dentes nesse tal de caralho... Mas, como ele foi feito para comer gente, dentre outras coisas mais banais, como fazer xixi e melar a cueca, talvez precise mesmo de um dentista, dependendo da pedreira que ingeriu.