Momento Poema

O meu anjo da guarda cupido

Não tem boa pontaria

Errou todas as Marias

Ô meu cupidinho

Faz um curso de tiro

Alveja um amorzinho

Nem peço que seja o mais bonito

Só peço que leia e que ria

Porque se mais uma vez não der certo

Não vamos chorar juntos

Vamos fazer uma festa

Ou quem sabe escrever uma peça

E rir muito

Afinal, amar é humano

Errar é dos anjos

2 comentários:

Bruna disse...

Eu sorri, ri, gostei.
Cupidos travessos, erram de própósito!

Paty Michele disse...

Que bonito, Irene...